quinta-feira, 1 de junho de 2006

As figuras que colhem flores

Falar do tempo e dizer o que não sabemos, sem ao menos parar para pensar nos porquês
Falar da vida sem pensar no tempo
Falar de um tempo onde os pensamentos serenamente harmoniosos eram brisa entre as figuras que colhiam flores...

As figuras que colhem flores

Um dia, bem cedo, antes de o sol acordar, as pessoas tomam o café da manhã...
Saem até a janela para admirar o primeiro braço do sol que alcança suas faces,
Como ontem, como amanhã...
Dias se fazem como todo dia se fez...
e eles acordam cedo, despedem-se do pai, (o pai já leva o seu almoço dentro da bolsa! leva um beijo da filha mais nova e uma maça que o filho mais velho colheu)
Despedem-se da vó que montava outro casaco para o mais miúdo que ainda não apareceu!
Deixam um abraço para a mãe (e enquanto ela sai com a trouxa de roupas para lavar, eles pediram para poder ver aquele bolo de milho novamente!)
Despedem-se do cão, mas só por farra, ele sempre acaba indo junto!

Olhares atentos, outros a mais que se achegam, mais olhares atentos, muito riso!

Não existe profissão, ordenado, preocupação, horários nem cobranças!
Colhem as flores porque é primavera,
e o vaso de vidro que a mãe põe na mesa ficara mais bonito
Colhem com as gotas do orvalho fresco
Colhem e trazem os maços na cestinha de suas bicicletas

Pedalam, derramam por entre as plantas novas os seus sorrisos, deixando os botões ainda verdes esperançosos em poder se colorir e partilhar dessa felicidade sem preço!
Depois deixam as bicicletas e deitam na grama
E as pessoas olham para o céu, e vêem as nuvens... Vêem o intangível que acalenta, vêem sua realidade, intocável... mas que se sabe ser a perfeita!

Se falar do tempo, dirão que não sabem dele...
Se falar da vida, eles te darão uma flor.
Se falar sobre pensamentos, eles te pedirão silêncio, e te convidarão para deitar ali junto, e apenas observar...




e você observa tudo, de olhos fechados, em sua cadeira na mesa do trabalho!
Quando abre os olhos... o sonho se transforma em mundo, porque você ainda acredita...

http://smash-mouth.letras.terra.com.br/letras/36945/

Um comentário:

Anônimo disse...

I find some information here.